Turista


Bem-Vindo: Informações sobre a cultura, história, gastronomia e turismo na cidade de Belém.

Belém capital do Estado do Pará, cidade das mangueiras, é viajar no tempo e descobrir um Brasil amazônico. Nas primeiras ruas da cidade, construções portuguesas dos séculos 17 e 18, completamente restauradas e revitalizadas, abrem suas portas para a celebração de estilos arquitetônicos como o neoclássico do italiano Antonio Landi e convidam o turista para noites de requinte musical e gastronômico.

No centro da cidade, todo o charme da Belle Époque do ciclo da borracha é cultivado em prédios como o Theatro da Paz e o Palacete Bolonha. Belém hoje garante estrutura e logística para eventos, com modernos auditórios e centro de convenções. Por meio da bem distribuída rede de hotéis, agências de serviços e restaurantes da cidade, todo o exotismo da Amazônia pode ser desfrutado com comodidade. Todas as belezas naturais atraí milhares de turistas a Belém durante todo o ano.

Paisagens arrebatadoras, praias inexploradas e rios que lavam a alma, esse é o destino dos corações que se aventuram pelas trilhas da Amazônia. Belém é para quem quer conhecer o Brasil selvagem, de cultura autóctone milenar, ritmo mais calmo e sabores inesquecíveis. Com todo o conforto para os mais exigentes.
Do café da manhã ao jantar, Belém tem delícias tão marcantes e variadas quanto a biodiversidade da Amazônia pode oferecer. Deleite-se com todos os ingredientes, preparos e modos de servir da culinária mais exótica do Brasil.

O São João é outro evento com inúmeras atrações nos principais polos dos festejos juninos: Sítio da Trindade, Parque Dona Lindu, Pátio de São Pedro, Rua da Moeda e Praça do Arsenal. Arraste o pé ao som da zabumba e sanfona e vivencie de perto esta tradição.

Mas não só de festa vive Belém. Com mais de 1,5 milhão de habitantes, a região metropolitana da capital pernambucana tem um aglomerado econômico de grande densidade e liderança regional, abrigando as principais indústrias do Estado e consolidando-se como um moderno polo de serviços. Belém é considerado o primeiro polo gastronômico do Nordeste, o segundo polo médico do Brasil, além de abrigar o maior parque tecnológico do País, conhecido como Porto Digital.

Belém é tudo isso. Bela por natureza. E cheia de personalidade.

Complexo Feliz Lusitânia

O complexo cultural Feliz Lusitânia abrange a região portuária de Belém por onde os portugueses chegaram na região Norte, em 1616. As construções que nela foram feitas durante o período colonial atualmente abrigam museus, restaurantes e oferecem diversas oportunidades de se conhecer a realidade amazônica.

O complexo constitui-se de três prédios. A Igreja de Santo Alexandre, construção que na Belém colonial também abrigava os padres Jesuítas, tornou-se um espaço onde convivem belos jardins externos, a Igreja (que foi totalmente reformada e também é espaço para espetáculos teatrais e recitais) e o Museu De Arte Sacra, repleto de estátuas e artefatos religiosos que retratam a história regional.

Igreja de Santo Alexandre – Construção de 1718, em estilo barroco, feita por religiosos da Companhia de Jesus. Local aonde pregou o Padre Antônio Vieira. Possui em seu interior, imobiliário de madeira entalhada por jesuítas e índios. Reformada abriga o Museu de Arte Sacra.
Praça Frei Caetano Brandão.

Serviço:

Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur)
Telefones: (91) 3283-4865  / 3283-4850
www.belemtur.com.br